Se você já cansou de viajar para os mesmos lugares, com vistos fáceis ou até mesmo sem precisar, venha conhecer novos desafios para suas viagens!

Posso dizer que não sou a pessoa mais viajada, com centenas de carimbos no passaporte ou milhões de experiências (algumas, no entanto, contarei em outro post), mas tenho algumas viagens por aí. Meu único visto, por enquanto, é o americano e foi bem fácil de tirar, eu nem precisei ir na entrevista. Até aí tudo certo.

Minha curiosidade vai além às vezes, e ser curioso nunca é demais. Decidi então, para ficarmos informados, mostrar alguns dos países mais difíceis de se conseguir um visto. Claro que tem os clichês de sempre, todo mundo pensou em Coreia do Norte, mas vamos um pouco além!

7- Síria

Aleppo antes e depois da Guerra Civi

É um país localizado na Ásia Ocidental, formado em sua maioria por árabes sunitas, ou seja, a religião é o Islamismo. O país não é uma referência no turismo, apenas os mais adeptos à história se interessam, por ter traços de uma arquitetura com influência bizantina e mesopotâmicas. Sua capital é Aleppo.

O visto em si acaba não sendo tão difícil: o Brasil possui uma embaixada na Síria, e o país um Consulado aqui. O que acaba complicando um pouco é a Guerra Civil que vem atingindo o país desde 2011, e os turistas acabam não podendo visitar. 

O que você vai precisar:

  •  Passaporte com validade mínima de 6 meses;
  • Formulário preenchido e assinado;
  • 2 fotos 3×4 coloridas, recentes e iguais;
  •  Cópia simples do RG;
  • Carta do passageiro solicitando o visto e informando se vai visitar parentes e o roteiro de viagem; 
  • Certificado de Vacina contra Febre Amarela;
  • O Brasil possui embaixadas e relações com o país;
  • Taxa consular: U$78,00.

 6- Yemen

Arquipélago de Socotra

É um país com muita história, localizado no Sudoeste da Península Arábica, 99% da população Muçulmana. O turismo é voltado para as ilhas, como o arquipélago de Socotra e a capital Sanaa que possui uma arquitetura histórica de muitos séculos atrás.

Assim como a Síria, o visto é relativamente fácil, porém com a guerra no país, o visto de turismo acaba sendo difícil de ser emitido.

Requisitos necessários para o visto: (Obs: Se você tiver um carimbo de entrada em Israel, provavelmente acabaram suas chances de visitar o Yemen).

 

  • O visto deve ser feito com ajuda de uma companhia aérea local ou agente de viagem;
  • O Brasil não mantém relações com o país.

5- Nigéria

Cidade de Lagos

Localizado na África, é o país mais populoso do continente. Possui uma diversidade religiosa bem grande, porém 50% da população é Cristã. Conta também com uma grande rede de crime organizado, principalmente no ramo de tráfico de drogas e corrupção no sistema político.

Possui uma grande indústria de cinema, que eu não conhecia e provavelmente vocês também não, que é a Nollywood. 

 

 

Além dos requisitos básicos como passaporte e foto, é necessário ainda:

  • Preenchimento de formulários;
  • Carta convite de amigo ou parente, ou voucher do hotel;
  • Apresentar passagem de ida e volta;
  • Carteira de vacinação contra febre amarela válida;
  • Carta à Embaixada apresentando motivo e roteiro;
  • Extrato bancário de 3 meses;
  • Taxa consular: R$100,00+U$40,00.

Obs: O Brasil possui Embaixadas e Consulados lá e existem embaixadas da Nigéria no Brasil.

4- Irã

Teerã, capital do Irã

Localizado na Ásia Ocidental e de maioria islâmica, possui lindos lugares para o turismo, como praias, a capital Teerã com a sua história e arquitetura, o Mar Cáspio e o Golfo Pérsico. É considerado um dos países mais bonitos do mundo, com muito potencial turístico. O problema fica nos esteriótipos de radicais islâmicos e desrespeito aos direitos humanos.

A dificuldade do visto fica por conta de você ter que enviar uma carta e preencher um formulário, mas até aí tudo bem, o que acaba com a sua esperança é que junto disso é preciso uma carta convite feita por um Iraniano, ou seja, te obriga a contratar uma agência, na maioria dos casos.

  • Nome e endereço de um hotel em Teerã (mesmo que você não vá ficar na capital);
  • Não tenha um carimbo israelita (parece que eles odeiam Israel, não é mesmo?!);
  • Taxa consular: R$270,00.

3- Arábia Saudita

Mecca.

A Arábia se localiza na Península que dá nome ao país, totalmente islâmico e como todos vemos por aí, tem petróleo de sobra, mas não confunda com os Emirados Árabes Unidos: Dubai e Abu Dhabi são meio diferentes. Não existe uma constituição no país, quem rege as leis são os escritos do Alcorão, então se conseguir entrar lá, muito cuidado para não burlar NADA.

Aí começa nosso problema amigo(a), é muito difícil conseguir um visto de turista para um não- muçulmano,  então ao menos que você vá a negócios ou tenha parentes, vai precisar ser islâmico para entrar lá.

2- Nauru

Yaren, capital de Nauru

Eu,  e imagino que vocês também, nunca tenham escutado tal nome, mas vamos conhecer um pouco.

Localizado na Oceania, é o menor país do mundo (21 km^2), minúsculo, mas aparenta ser bem bonito. Pena que vamos ter algumas dificuldades para entrar lá:

  • Para um brasileiro obter esse visto, o maior desafio vai ser, pelo fato do Brasil não possuir relação com a nação, ter que viajar até um país que possua relações com Nauru. (De todos os lugares que eu procurei só encontrei uma embaixada em Taiwan e Austrália). O bom é que dá para viajar um pouco mais.
  • O preço pode variar tanto que não dá para dar uma estimativa.

1- Angola

Fica na África Central, um país muito rico em paisagens porém muito pobre ao mesmo tempo, um dos lugares mais caros para se viver no mundo, e acaba trazendo a miséria vista todos os dias que vemos na internet.

O visto acaba desmotivando o turismo, eu mesmo cansei de tanta coisa que eles pedem. Até para os brasileiros, que fazem parte da Comissão dos países que falam português, igual a eles, não se livraram dessa barra.

Você vai precisar de documentos, cartas, vacinas, cópias de passagens e estadia.

Na categoria de visto ordinário (que seria para quem vai ficar até 30 dias) é quase um desespero. A partir da data da emissão do visto, você tem 72hrs pra entrar em Angola, senão, se prepara que é tudo de novo. 

Ao menos existe uma embaixada no Brasil, e consulados em SP e RJ.

 Taxa consular: U$100,00

Obs: Os preços dos vistos podem variar de acordo com a contratação de agências, os valores colocados são para quem for fazer o visto por conta própria.